Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Vacinação contra a gripe inicia nesta segunda (23) em Mirandópolis

A Campanha de Vacinação Nacional contra a Influenza em Mirandópolis terá início na próxima segunda-feira (23) e irá até o dia 1º de junho. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município ficarão abertas para atender o público-alvo, que envolve pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores da área de saúde, professores das redes pública e privada, mulheres gestantes e puérperas, indígenas, pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas), profissionais do sistema prisional e portadores de doenças que aumentam o risco de complicações em decorrência da influenza. A contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Mariana Xavier Moraes do Amaral, as UBSs do Jardim Aeroporto (Dr. Rubens Figueiredo Conrado), Jardim Nossa Senhora de Fátima (Francisco Teothônio Pardo), Centro de Saúde (Yoshito Kanzawa) e do bairro 1ª Aliança estarão abertas das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, para aplicar as doses nos grupos prioritários e de maior vulnerabilidade. O dia “D” da campanha está previsto para 12 de maio.

DATAS

Em Mirandópolis, as datas para a vacinação irão funcionar da seguinte maneira:

A partir de 23 de abril: profissionais de saúde, indígenas e pessoas com 60 anos ou mais de idade;

A partir de 2 de maio: crianças entre 6 meses e 4 anos 11 meses e 29 dias, gestantes e puérperas;

A partir do dia 9 de maio: comorbidades, professores e privados de liberdade.

Dia 12  de maio (dia D): todos os grupos.

PROTEÇÃO

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina desse ano tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2 e influenza B. Ainda segundo a pasta, a meta deste ano é vacinar 54 milhões de pessoas em todo o país.

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e de fácil disseminação. Sua transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, após contato com superfícies contaminadas. O melhor tratamento é sempre a prevenção, entre elas, lavar as mãos várias vezes durante o dia e usar álcool gel, cobrir o nariz e a boca com lenços descartáveis quando espirrar ou tossir, manter os ambientes sempre limpos e arejados.

criselen
drogariapopular
jocar
kikone
livraria
mustang
adega