Análise: O futebol brasileiro agradece a chegada do VAR

AddThis Social Bookmark Button

A noite desta quinta-feira (08) marcou o início de uma nova era no futebol brasileiro. Na Arena Fonte Nova, o árbitro Anderson Daronco solicitou o árbitro de vídeo pela primeira vez em uma competição no Brasil.

Alô, torcedor Alviverde! Quer ficar sabendo de notícias, tabelas, próximos jogos e ainda participar de enquetes sobre o Palmeiras, diariamente, pelo seu e-mail? Então, clique aqui e inscreve-se na Newsletter do Verdão!

O recurso já havia sido utilizado antes no país — a polêmica final do Campeonato Pernambucano de 2017 entre Sport x Salgueiro foi decidida com a tecnologia. Mas foi neste 2 de agosto, em Bahia e Palmeiras, que o chamado VAR desembarcou de vez em uma competição nacional.

Aos 24 minutos do segundo tempo, Gregore empurrou Artur dentro da área. Foi assinalado o pênalti e dada a expulsão ao jogador do Bahia. Depois de 7 minutos de paralização, o árbitro mantém o pênalti mas reduz a punição de Gregore ao cartão amarelo.

Já imaginou se não existisse o VAR nessa situação? A equipe de Enderson Moreira seguiria na partida com um a menos e estaria prejudicada para os minutos finais

O pedido de Daronco ainda criou um impasse. Toda a revisão da jogada fez com que a partida fosse "atrasada" e, no final, necessitasse um acréscimo de 9 minutos. Muitos podem reclamar do tempo demorado e dizer que esse é o "chato" do VAR. Mas como ser contra de uma maracação que é corrigida? E outra: as partidas já são atrasadas desde que o futebol existe, seja por reclamações, lesões e até confusões. Então porque refutar um tempo extra pela justiça em um lance?

Diversas partidas da Copa do Mundo na Rússia já provaram que o VAR deveria existir em todos os campeonatos do mundo. E enfim o recurso decidiu desembarcar de vez no Brasil. Para o bem das equipes. Para o bem dos campeonatos.

Nesse momento, tudo o que o torcedor brasileiro deve ter é paciência. Toda nova implementação necessita tempo para ajustes. As discussões vão continuar? Bastante. O árbitro de vídeo vai errar? Em várias oportunidades. Mas agora começa a fase da evolução e adaptação.

Novos tempos estão chegando nos estádios do país. Seja bem-vindo ao Brasil, VAR.

Fonte: ESPORTE INTERATIVO

 

criselen
drogariapopular
jocar
livraria
mustang
agromarcos
BOINOBRE
TERERE
adega
Amarelinha
ELETROTECH
SANTOS
JVPORTOES
PURAGUA